00h00 - sexta, 02/03/2018

Abastecimento: Autarca de Odemira espera que obras avancem

Abastecimento: Autarca de Odemira espera que obras avancem

O recente anúncio de obras na rede de abastecimento de água em alta na zona interior do concelho por parte da empresa Águas Públicas do Alentejo (AgdA) deixa o presidente da Câmara de Odemira satisfeito, ainda que sem esconder muitas reservas. "Não tenho dúvidas que elas acontecerão, agora quanto ao prazo… Quero ver para crer", diz José Alberto Guerreiro em declarações ao "SW".
De acordo com o autarca socialista, os investimentos agora anunciados pela AgdA são "muito importantes" para o concelho mas levam anos de atraso, o que justifica o seu cepticismo.
"Se é certo que neste momento não tenho muitas dúvidas quanto ao avanço do abastecimento de água a São Luís, que já está no terreno, e da ETAR de São Teotónio, que também já está no terreno, relativamente aos outros investimentos anunciam-se mas tardam em acontecer! […] Umas vezes é porque os concursos se atrasam, outras porque os concorrentes não apareceram… Mas a verdade é que nós não nos governamos com isso. As populações precisam desta situação resolvida e ela já tem quatro anos de atraso", afirma José Alberto Guerreiro.
O presidente da Câmara de Odemira observa que, quando concretizadas, as obras agora anunciadas permitirão que se deixe de usar captações subterrâneas, "que são de péssima qualidade, além de custos avultados no seu tratamento".
Contudo, José Alberto Guerreiro admite "num concelho como Odemira haverá sempre problemáticas por resolver".
Por isso mesmo alerta: "Estes são investimentos fundamentais, mas a situação ainda não ficará resolvida. Há mais investimentos a fazer e alguns deles estão programados desde há muitos anos neste programa de investimentos de água em alta".


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - segunda, 15/07/2019
Balcão Único de Odemira
assinala nove anos de existência
O Balcão Único (BU) da Câmara de Odemira assinalou, na passada sexta-feira, 12 de Julho, nove anos de existência, sendo que actualmente conta com uma média de 10 mil atendimentos a munícipes por ano.
07h00 - segunda, 15/07/2019
Um derrame hoje?
"Consequências seriam
maiores", diz ARH
O director da Administração Regional Hidrográfica (ARH) do Alentejo, ligada à Agência Portuguesa do Ambiente (APA), admite que um acidente como o ocorrido, em 1989, com o petroleiro "Marão" nos dias de hoje teria consequências económicas e ambientais bem maiores na zona do Alentejo Litoral.
07h00 - sexta, 12/07/2019
Jogadora de Milfontes
nas campeãs da Europa
A concretização de um sonho: é desta forma que a futebolista Jéssica Silva, natural de Vila Nova de Milfontes, descreve a sua transferência dos espanhóis do Levante para os franceses do Olympique Lyon, actuais campeões da Europa de futebol feminino.
07h00 - sexta, 12/07/2019
E se houvesse novo derrame
de crude na costa de Odemira?
Na madrugada de 19 de Julho de 1989 a praia do Almograve e algumas zonas a norte e a sul do areal "tingiram-se" de negro.
07h00 - quinta, 11/07/2019
Odemira promove debate
sobre políticas educativas
A Câmara de Odemira promove a partir desta quinta-feira, 11 de Julho, mais uma edição do Encontro Anual de Educação, organizado no âmbito do projecto municipal ODETE–Odemira Território Educativo e que vai decorrer no cine-teatro Camacho Costa.

Data: 05/07/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial