07h00 - sexta, 20/07/2018

Responsabilidade social
debatida na FACECO

Responsabilidade social debatida na FACECO

O sector horto-frutícola vai estar em debate nesta sexta-feira, 20 de Julho, em São Teotónio, durante o II Colóquio Horto-frutícola, dinamizando no âmbito da FACECO 2018.Trata-se de uma iniciativa da empresa Lusomorango, com o apoio da Associação de Beneficiários do Mira (ABM) e da Associação dos Horticultores, Fruticultores e Floricultores dos Concelhos de Odemira e Aljezur (AHSA), e vai decorrer ao longo do dia no auditório da Caixa Agrícola de São Teotónio.
O colóquio arranca às 9h00, sendo que na sessão de abertura vão estar os presidentes da Caixa de São Teotónio, António Louça, da ABM, Rui Correia, e da AHSA, Nuno Madureira Simões, além do director regional de Agricultura e Pescas do Alentejo, Francisco Murteira.
Durante a manhã estão previstas três sessões de debate, uma sobre o perímetro de rega do Mira (9h30) e outra acerca da importância do investimento estrangeiro na região (12h00). Pelo meio, debater-se-á a responsabilidade social, numa conversa em que marcará presença a vereadora Deolinda Seno Luís, que aproveitará a ocasião para dar a conhecer o "Ser Responsável–Programa de Responsabilidade Social das Empresas do Concelho de Odemira".
"A minha a participação no colóquio da FACECO pretende cimentar junto das entidades empresariais presentes, para além da divulgação do 'Ser Responsável' e dos seis projetos disponíveis para financiamento na edição de 2018, a necessidade da adopção de políticas de gestão comprometidas com os territórios onde se inserem, clarificando o conceito de responsabilidade social e realçando as evidências de boas práticas tidas por algumas empresas neste âmbito, tanto na vertente social como na vertente cultural", acrescenta a autarca odemirense.
De tarde, o colóquio recomeça pelas 14h00, com sessões de debate dedicadas aos temas "Seguros de colheita" (14h10), "Programa operacionais" (14h30) e "Tendências de mercado" (15h30).
A sessão de encerramento está prevista para as 16h00, com intervenções de Gonçalo Santos Andrade (vice-presidente da Lusomorango), José Alberto Guerreiro (presidente da Câmara de Odemira) e Luís Medeiros Vieira (secretário de Estado da Agricultura e Alimentação).


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - sexta, 29/05/2020
PSD questiona caravanismo
"selvagem" no Alentejo Litoral
O PSD pretende saber se o Governo vai rever o actual quadro legal para proteger regiões como a Costa Vicentina e o Sudoeste Alentejano da prática daquilo que apelida de "auto-caravanismo selvagem".
07h00 - terça, 26/05/2020
500 portáteis distribuídos
por alunos de Odemira
São 500 computadores portáteis e 280 routers que permitem o acesso à Internet: é este equipamento informático que a Câmara de Odemira vai distribuir pelos alunos do concelho, no sentido de assegurar que todos os jovens estudantes tenham à disposição as ferramentas necessárias para o ensino à distância.
09h00 - segunda, 25/05/2020
Freguesia
de São Luís sem
médico há meses
A Junta de Freguesia de São Luís, no concelho de Odemira, está indignada pela falta de profissionais de saúde na Extensão de Saúde local, sendo que de momento a freguesia não conta com médico, enfermeiros ou sequer serviços administrativos.
07h00 - segunda, 25/05/2020
Plataforma pelas Artes
nasce no concelho de Odemira
A vila de Odemira foi um dos "palcos", na passada quinta-feira, 21, da vigília pelas artes e cultura em Portugal, numa iniciativa da qual acabou por nascer a Plataforma Cultura e Artes Odemira, que junta diversos artistas residentes no concelho.
08h00 - sexta, 22/05/2020
Vereadora Deolinda Seno Luís: "Era incompreensível Odemira não ter CLDS"
Em entrevista ao "SW" a vereadora Deolinda Seno Luís, responsável pelo pelouro da Intervenção Social na Câmara de Odemira, explica a importância de o concelho ter, pela primeira vez, um Contrato Local de Desenvolvimento Social no seu território.

Data: 22/05/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial