07h00 - sexta, 16/11/2018

"Caravanismo selvagem" é problema em Milfontes

"Caravanismo selvagem" é problema em Milfontes

O presidente da Junta de Freguesia de Vila Nova de Milfontes exige a tomada de medidas concretas para "combater o actual estado de proliferação de caravanas pela freguesia", que na sua opinião colocam "em causa o bem-estar das populações devido à degradação das condições de salubridade e higiene naqueles locais".
Em declarações ao "SW", Francisco Lampreia afirma que existem na freguesia "três parques de campismo com todas as condições para receber as autocaravanas", daí não se justificar que as caravanas "fiquem espalhadas de uma forma selvagem pela freguesia", sendo que "muitas delas deixam o lixo espalhado no chão e descarregam as cassetes na natureza, com todas as consequências que tem para a saúde pública".
"Temos outro problema que são as carrinhas adaptadas, que as pessoas utilizam como caravana, mas que não têm casa de banho e depois fazem as necessidades ao ar livre", alerta ainda o autarca eleito do PS, para logo acrescentar: "Existem troços da Rota Vicentina, que é um ex-libris da nossa região, onde estão as autocaravanas e onde os caminhantes se deparam com lixo e fezes humanas, o que não é aceitável. Queremos que esta situação seja regulada como acontece noutros países e se acabe de vez com esta desregulação total do auto-caravanismo".
Francisco Lampreia pede, nesse sentido, "mais ações de vigilância e fiscalização e mais poder para que as autoridades possam receber as multas na hora". "Em muitos casos as autoridades actuam, mas porque os proprietários são estrangeiros e a caravanas alugadas, as multas nunca são cobradas", argumenta.
O autarca sublinha ainda que "todas as pessoas são bem-vindas" à freguesia, "mas têm que respeitar o espaço público". "Queremos receber todas as pessoas dignamente, porque vivemos do turismo, mas não podemos permitir que uns prejudiquem o bem-estar dos outros" conclui Lampreia.
Esta situação levou a Assembleia de Freguesia de Vila Nova de Milfontes a aprovar, no final de Outubro, por unanimidade, uma moção que pede o fim do auto-caravanismo e campismo selvagem na Costa Vicentina. Para este órgão autárquico, há "verdadeiros bairros de caravanas" em vários locais da freguesia.
Na moção foi ainda deliberado solicitar ao Governo que altere a Lei 50/2006, de 29 de Agosto, "no sentido desta prever que as coimas sejam efectivas, ou seja, que sejam pagas na hora, sob pena de apreensão dos documentos da viatura".

TEXTO: Joaquim Bernardo


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - terça, 16/04/2019
CIMAL aprova moção
do BE sobre os CTT
A Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL) aprovou na passada semana, em reunião realizada em Santiago do Cacém, uma moção apresentada pelo Bloco de Esquerda sobre os CTT.
07h00 - terça, 09/04/2019
Candidato da CDU
nas Europeias 2019
no Alentejo Litoral
O cabeça-de-lista da CDU às eleições Europeias de 2019, João Ferreira, vai estar nesta terça-feira, 9 de Abril, no Alentejo Litoral, participando em diversas acções de contacto com os eleitores da região.
07h00 - terça, 02/04/2019
Rádio M24 (Santiago)
vai ter novas instalações
A rádio M24, de Santiago do Cacém, vai ter novas instalações no edifício do Cerro da Inês, depois da cooperativa de serviços Antena Miróbriga, proprietária da estação, ter celebrado um protocolo de cedência do edifício com a autarquia local.
07h00 - sábado, 30/03/2019
Quinzena da Juventude
em Santiago do Cacém
A Câmara de Santiago do Cacém, em parceria com as associações jovens do concelho, promove a partir deste sábado, 30 de Março, a Quinzena da Juventude, com diversas propostas culturais para os mais novos.
07h00 - sexta, 29/03/2019
Câmara de Santiago
apresenta obras em Alvalade
A Câmara de Santiago do Cacém promove nesta sexta-feira, 29, a apresentação pública do projecto de requalificação previsto para a Praça D.

Data: 12/04/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial