07h00 - sexta, 03/05/2019

Viagem pela tradição
dos mastros em Odemira

Viagem pela tradição dos mastros em Odemira

A tradição dos mastros, com séculos de história no concelho de Odemira, serve de mote ao documentário "Da Terra ao Céu", que a PédeXumbo-Associação para a Promoção da Música e da Dança estreia nesta sexta-feira, 3 de Maio, em Odemira.
Realizado por Pedro Grenha e Rui Cacilhas, o documentário teve apoio da Câmara de Odemira e co-produção da associação local ADMIRA, sendo fruto de um trabalho de investigação e de registo das memórias associadas à prática dos mastros tradicionais no concelho desenvolvido entre 2017 e 2018 pela PédeXumbo, na sequência do projecto "A ciência num baile de mastro", que foi dinamizado em São Teotónio. O filme acaba por abranger a tradição dos mastros em todo o concelho, reunindo relatos pessoais e outras memórias, com o objectivo de descodificar "acções e práticas de outrora, que hoje encontram novas expressões e contextos".
"Estamos contentes com o resultado final! Achamos que o filme mostra um pouco o que são as várias práticas à volta dos mastros no concelho [de Odemira] e acho que é um bom documento para divulgar o concelho, as suas gentes e a força que os mastros têm neste território", adianta ao "SW" a presidente da associação.
Marta Guerreiro fez parte da equipa que rodou o documentário e lembra que este foi um trabalho desenvolvido ao longo de todo o ano de 2018, tendo passado pelos quatro cantos do concelho. "Estivemos bastante tempo com a comunidade local e fomos a todas as freguesias, fizemos muitos quilómetros, falámos com muitas pessoas… Estamos muito gratos por terem estado disponíveis para nos receber e alimentar esta investigação e este filme", sublinha, reconhecendo estarem todos "ansiosos" com a estreia e com a receptividade que o documentário terá por parte da população odemirense.
"Espero que no filme consigamos passar esta energia e esta força popular" que existe no concelho de Odemira em redor dos mastros, continua a presidente da PédeXumbo, admitindo que esta realidade surpreendeu bastante toda a equipa que realizou o documentário. "Ficámos a saber muito sobre esta prática e fascinados pela força que ela ainda tem. Foi uma experiência muito rica e foi incrível ter a oportunidade de conhecer as pessoas e até fazer parte de alguns grupos de trabalho para a realização de mastros", reforça.
Depois da estreia em Odemira, a partir das 21h30 no cine-teatro Camacho Costa, o documentário "Da Terra ao Céu" será exibido em São Luís (4 de Maio), Santa Clara-a-Velha (5 de Maio), Vale de Santiago (6 de Maio), Vila Nova de Milfontes (7 de Maio), São Martinho das Amoreiras (8 de Maio) e, finalmente, São Teotónio (12 de Junho, por ocasião do Festival dos Mastros). Nas sessões em São Luís e Santa Clara-a-Velha serão ainda dinamizadas, durante a tarde, oficinas de dança e de produção de flores de papel para decoração dos mastros.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

15h00 - sexta, 10/05/2019
Gente da Barragem:
Mariana & Diogo
A casa de Diogo e Mariana fica sobranceira à barragem, com uma vista deslumbrante, daquelas que daria a capa para uma colecção de postais, um fundo publicitário ou o lugar onde se passa um filme mediterrânico.
07h00 - sexta, 10/05/2019
Três dias de festa em Santa Clara
Os 50 anos da barragem de Santa Clara, no interior do concelho de Odemira, são assinalados neste fim-de-semana, 10 a 12 de Maio, com uma série de actividades promovidas pela Câmara de Odemira em parceria com a Associação de Beneficiários de Mira.
07h00 - sexta, 10/05/2019
"Santa Clara foi o
investimento público mais
importante no concelho"
Meio século após a inauguração da barragem em Santa Clara-a-Velha, o presidente da Câmara de Odemira frisa, em entrevista ao "SW", a importância do equipamento no desenvolvimento sócio-económico do concelho.
07h00 - segunda, 29/04/2019
H.
Na aldeia de Santa Clara-a-Velha, de manhã muito cedo quando as pessoas ainda não voltaram do desaparecer do dia anterior, percorro as ruas a indagar o porquê de ficar.
07h00 - sexta, 12/04/2019
Gente da Barragem:
Rita & Ricardo
Há na barragem de Santa Clara dois pequenos barcos à vela, na zona do centro náutico, ancorados à espera das pessoas que hão-de chegar ao deck de acostagem e neles entrar, soltar as velas e, como num sonho de criança, simplesmente navegar.

Data: 21/06/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial