07h00 - sexta, 06/12/2019

"Vozes de Odemira"
gravaram há 80 anos

"Vozes de Odemira" gravaram há 80 anos

Corria o ano de 1939 quando Armando Leça foi encarregado, pela Comissão dos Centenários (criada pelo que o Estado Novo para celebrar os 800 anos da nacionalidade e o terceiro centenário da Restauração), de fazer um levantamento da música popular de Portugal.
Um périplo que demorou cerca de dois anos e que também trouxe o musicólogo até ao concelho de Odemira, onde o grupo coral local gravou, pela primeira vez, um total de seis modas: "Dá-me um copo d'água", "Eu fui à baía", "Foste-te gabar ao Porto", "Abre-me a porta", "Maria campaniça" e "Agora já se não usa".
Passados 80 anos, são estas gravações que o Grupo Coral de Odemira (GCO) vai recordar (e celebrar) no próximo dia 7 de Dezembro. A iniciativa inclui um desfile de grupos corais pelas ruas da vila e uma palestra no cine-teatro Camacho Costa, mas o grande destaque é mesmo a apresentação do disco em que os actuais elementos do GCO reinterpretam as seis modas gravadas em 1939, a que se juntam "mais alguns extras".
"Um desses extras é da autoria de um dos nossos cantadores, Joaquim Guerreiro, de Relíquias, que faleceu este ano, e a quem prestamos a nossa homenagem com o tema 'A árvore da rotunda em Odemira'. Também incluímos nos extras a moda 'O rio Mira quando enche', com a percussão do balanceado dos cantadores", revela ao "SW" Nuno Almeida, ensaiador e um dos directores do GCO.
De acordo com este responsável, há ainda a salientar o facto de o grupo ter um grupo de jovens a participar no projecto desde 2016. "Podemos ouvi-los no disco com uma moda de dança de roda. É neles que reside o nosso futuro. Digamos que, em termos de arranque, e para vencer a inércia, foi uma mais-valia que nos deu um impulso", observa.
Nuno Almeida recorda que foi durante o processo de reactivação do GCO que a associação GESTO, através do arqueólogo Jorge Vilhena, lhes deu a conhecer a publicação "Alentejo: Vozes e Estéticas em 39-40", coordenada por Maria do Rosário Pestana. Um trabalho que acabou por servir de ponto de partida ao trabalho que se preparam para apresentar. "Ouvimos, ensaiámos o melhor que podemos e gravámos", diz Nuno Almeida.
A comemoração do 80º aniversário da primeira gravação áudio das "Vozes de Odemira" está prevista para a tarde de 7 de Dezembro (sábado), arrancando às 15h00 com um desfile de grupos corais. Pelo centro da vila vão desfilar os grupos corais "Os Cardadores da Sete", de Garvão, da Casa do Povo de Vila Nova de Milfontes, da Casa do Povo de São Luís e Feminino "Vozes de Amoreiras-Gare", além do grupo "anfitrião" e do Grupo Coral da EB 2,3 Damião de Odemira.
Depois, pelas 16h30, o cine-teatro Camacho Costa recebe uma palestra com as etnomusicólogas Salwa Castello-Branco e Maria do Rosário Pestana, seguindo-se nova actuação dos grupos convidados e um programa intercultural.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - quinta, 23/01/2020
DECO esclarece
consumidores do
concelho de Odemira
A DECO-Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor vai continuar a promover sessões gratuitas de atendimento ao consumidor na vila de Odemira em 2020, sempre na terceira quinta-feira de cada mês.
07h00 - quarta, 22/01/2020
CM Odemira distingue
"espírito empreendedor"
Potenciar o reconhecimento público, a dignificação, a valorização e o prestígio da actividade empresarial no concelho é uma das principais metas dos prémios "Espírito Empreendedor", promovidos pela Câmara de Odemira.
07h00 - terça, 21/01/2020
Odemira recebe
palestra de tecelagem
O novo espaço CRIAR, em Odemira, recebe nesta terça-feira, 21 de Janeiro, a palestra "Decifrando Telas Históricas", pela artesã Helena Loermans, que dinamiza o LAB O.
07h00 - terça, 21/01/2020
"Missão País" na
freguesia de S. Teotónio
A freguesia de São Teotónio (Odemira) recebe até final desta semana, 24 de Janeiro, meia centena de jovens voluntários de todo o país, que no âmbito da iniciativa "Missão País" vão colaborar com várias instituições sociais locais.
07h00 - segunda, 20/01/2020
José Francisco Silva
faleceu neste domingo, 19
O empresário agrícola e dirigente associativo José Francisco Silva, natural de Odemira, faleceu na madrugada deste domingo, 19 de Janeiro, vítima de doença prolongada.

Data: 17/01/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial