07h00 - quinta, 06/08/2020

Vestígios arqueológicos
descobertos em Alvalade

Vestígios arqueológicos descobertos em Alvalade

A Câmara de Santiago do Cacém vai estudar os vestígios arqueológicos que foram encontrados e colocados a descoberto em várias ruas de Alvalade, no decorrer das obras de requalificação do centro histórico daquela vila.
Fonte da autarquia revela que, perante o achado, os trabalhos foram interrompidos "para que possam ser realizadas as escavações arqueológicas e a posterior exumação e estudo antropológico das ossadas".
"Estas situações são normais quando se intervém em zonas com um passado tão antigo. Alvalade é uma localidade que tem muita história e um património arqueológico rico, e é precisamente por essa razão que a Câmara Municipal está a criar um museu de arqueologia naquela freguesia", revela o presidente da autarquia.
De acordo com Álvaro Beijinha, por agora a Câmara Municipal vai "aguardar pelos resultados dos trabalhos de arqueologia e análise" para saber "do que se trata efectivamente".
"Mas suspeitamos que será um cemitério, tendo em conta o número de ossadas que foram descobertas, havendo ainda a particularidade de estarem enterradas a pouca profundidade", diz.
O autarca adianta ainda que, tendo em conta os vestígios encontrados, a Câmara de Santiago do Cacém vai reforçar a sua equipa de arqueólogos, "para que as obras, no Largo 25 de Abril, possam decorrer".
"Mas não queremos que se perca a oportunidade de estudar o que foi descoberto, porque os achados fazem parte da história da freguesia e do concelho", continua Beijinha, acrescentando que a intenção é "apurar se esta descoberta merece um estudo mais aprofundado e inclusivamente ser exposta".
De momento, a Câmara de Santiago do Cacém promove o acompanhamento científico das descobertas através de uma equipa de investigadores, que foi reforçada com mais dois arqueólogos e um antropólogo, que será o responsável por escavar e estudar os esqueletos humanos.
O acompanhamento arqueológico das obras está a cargo da arqueóloga Lídia Vírseda, da empresa ArqueoHoje.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - segunda, 26/10/2020
Odemirense entrou
em campo com
apenas sete atletas
Depois da falta de comparência no jogo da primeira jornada, o Odemirense entrou em campo com apenas sete jogadores neste domingo, 25, na partida da segunda jornada da 1ª divisão distrital de Beja contra a equipa da União Serpense.
07h00 - quinta, 22/10/2020
Festivais Sudoeste
e Músicas do Mundo
recebem prémio
Os festivais Meo Sudoeste e Músicas do Mundo de Sines (FMM) foram galardoados durante a quinta edição dos Iberian Festival Awards (Prémios dos Festivais Ibéricos), cuja cerimónia se realizou no domingo, 18, em formato online.
07h00 - quinta, 22/10/2020
António Camilo admite propôr
alienação do salão de festas
dos Bombeiros de Odemira
António Camilo admite a possibilidade de vir a propôr que a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Odemira possa alienar o seu salão de festas para garantir as receitas necessárias à requalificação do seu quartel ou de outros investimentos na operação, se tal vier a ser necessário.
07h00 - quarta, 21/10/2020
Caçadores de São Teotónio
apresentam preocupações
Representantes das sete associações de caçadores da freguesia de São Teotónio (Odemira) reuniram a 10 de Outubro com o deputado do PS eleito por Beja, Pedro do Carmo, onde apresentaram as suas preocupações relativamente ao momento que o sector enfrenta.
07h00 - segunda, 19/10/2020
Odemira exige reposição
das freguesias ao Governo
A Assembleia Municipal de Odemira aprovou, por maioria, uma moção apresentada pela bancada da CDU onde é exigida ao Governo a reposição das freguesias extintas em 2013.

Data: 16/10/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial