07h00 - quarta, 21/10/2020

Caçadores de São Teotónio
apresentam preocupações

Caçadores de São Teotónio apresentam preocupações

Representantes das sete associações de caçadores da freguesia de São Teotónio (Odemira) reuniram a 10 de Outubro com o deputado do PS eleito por Beja, Pedro do Carmo, onde apresentaram as suas preocupações relativamente ao momento que o sector enfrenta.
O encontro foi promovido pela Junta de Freguesia local, tendo contado com a presença do seu presidente, Dário Guerreiro, e também do vice-presidente da Câmara de Odemira, Ricardo Cardoso, que preside ao Conselho Cinegético Municipal.
Questões como a "seca extrema", que tem implicações fortes na alimentações e abeberamento das espécies cinegéticas, assim como o crescente número das populações de predadores, nomeadamente javalis e pegas-azuis, a "falta de monitorização" por parte da tutela e das entidades competentes ou os constrangimentos financeiros causados pela actual pandemia foram algumas das preocupações levantadas pelos caçadores durante a reunião com o deputado socialista, que preside à Comissão Parlamentar de Agricultura e Mar na Assembleia da República.
Em declarações ao "SW", Pedro do Carmo elogia a atitude "pró-activa" das associações, sublinhando que estas manifestaram no encontro disponibilidade para dar "o seu próprio contributo para continuar a actividade cinegética e para manter o equilíbrio dos eco-sistemas".
Segundo o deputado do PS, durante a reunião "ficaram lançados alguns projectos e algumas ideias", nomeadamente "fazer um levantamento – associação a associação – dos prejuízos e de todos os constrangimentos" sentidos.
"Depois será elaborado um documento de preservação e de contributo para o equilíbrio do eco-sistema e de preservação da biodiversidade. Um documento que será discutido e analisado no Conselho Cinegético Municipal e, se caso disso, entregue a outros conselhos municipais", acrescenta.
Pedro do Carmo adianta que, posteriormente, este documento será apresentado na Assembleia da República, através da Comissão Parlamentar de Agricultura e Mar, "para que estas associações sejam ouvidas e todos os partidos possam perceber a realidade local e dar o seu contributo com base neste documento, que quer defender a natureza e o meio-ambiente, quer preservar a biodiversidade e quer que haja um equilíbrio no eco-sistema".
De acordo com o presidente da Junta de Freguesia de São Teotónio, que promoveu a reunião entre os caçadores e o deputado do PS, o objectivo é que este documento esteja pronto "até final do ano", apresentando "uma visão pela positiva" do sector e que possa "capacitar e reforçar o trabalho que as associações de caçadores desempenham no território".
Na prática, afiança Dário Guerreiro ao "SW", a Junta de Freguesia pretende manter um "trabalho de proximidade" e de "conjunto" com as associações de caçadores locais, admitindo que este processo possa dar início a um projecto-piloto de promoção do sector ao qual se poderão juntar outras entidades, nomeadamente a Câmara de Odemira.
Um projecto em que a Junta de Freguesia está disponível para "investir financeiramente" na criação de condições para a salvaguarda das espécies e da preservação da biodiversidade, além da criação, em conjunto com as associações de caçadores, de um guia de boas práticas para o sector, acrescenta o autarca socialista de São Teotónio.
Na opinião de Dário Guerreiro, a caça "é um sector muito importante nestes territórios mais rurais", tanto "no plano económico" como "a nível cultural".
"Se não fossem os caçadores e as associações de caça muitas destas espécies já estavam extintas ou em vias de extinção. Porque são eles que alimentam os animais, que vão meter água nos bebedouros ou que limpam fontes e charcas. Mas também fazem asseiros, limpam terrenos e caminhos… Se não fosse isso, então é que era o abandono total do mundo rural. Os caçadores, hoje em dia, são quase os 'guardiões' do Mundo Rural e das espécies cinegéticas desta região", enfatiza o presidente da Junta de São Teotónio.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - segunda, 23/11/2020
Odemira termina formação
para governação integrada
O cine-teatro Camacho Costa, em Odemira, recebeu na sexta-feira, 20, o evento "Odemira-Colaborar faz toda a diferença", que marcou o final do protocolo "Odemira na frente da Governação Integrada", estabelecido entre a autarquia local e o Govint-Fórum para a Governação Integrada.
07h00 - sexta, 20/11/2020
Projecto em Odemira vai partilhar
culturas através da(s) arte(s)
A dança, a música e o vídeo como "linguagens centrais" da partilha e fusão de culturas, promovendo assim a integração e a multiculturalidade: é este o mote do projecto "Bowing", que nos próximos dois anos vai ser dinamizado no concelho de Odemira numa parceria entre a cooperativa cultural Lavrar o Mar e a Câmara Municipal local.
07h00 - sexta, 20/11/2020
Projecto "Bowing" em Odemira tem dois anos de duração
Para alcançar todas as metas a que se propõe, o projecto "Bowing" vai ser dinamizado ao longo dos próximos dois anos, até 2022, envolvendo meia centena de trabalhadores asiáticos das empresas agrícolas The Summer Berry Company Portugal e Maravilha Farms, ambas sediadas no concelho.
07h00 - quarta, 18/11/2020
GNR sinaliza 1.825 idosos sozinhos
ou isolados no Alentejo Litoral
Um total de 1.
07h00 - terça, 17/11/2020
Câmara de Odemira cria
Bolsa de Emergência Municipal
A Câmara de Odemira vai constituir uma Bolsa de Emergência Municipal, designada BEM/ Covid-19, no sentido de assegurar "a capacidade de resposta" das instituições com actividade nas áreas social e da saúde afectadas pela pandemia da Covid-19.

Data: 13/11/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial