15h23 - quinta, 14/02/2019

Um trabalho fundamental


Carlos Pinto
n Um homem de 28 anos foi detido nesta semana por agressões à ex-companheira em plena via pública em Vila Nova de Milfontes. A notícia surge na página 4 desta edição do "SW" e é mais uma a somar a outras tantas idênticas que nas últimas semanas têm vindo a público. Aliás, no primeiro mês do ano foi contabilizada a morte de nove mulheres e jovens às mãos de homens enlouquecidos de Norte a Sul do país, casos que nos envergonham enquanto comunidade e que, sobretudo, nos devem obrigar a uma séria reflexão sobre a sociedade que estamos a construir. Porque ninguém pode ficar indiferente a tamanha barbaridade num tempo apelidado de "moderno", cheio de tecnologia de ponta e de conceitos ingleses. Mas na acção, por vezes, parecemos recuar ao século XIX.
Por tudo isto (e muito mais) é de elogiar o trabalho desenvolvido ao longo de 2018 pela TAIPA junto das crianças das creches e jardins-de-infância do concelho de Odemira. A "Biblioteca Itinerante IG0+" é um projecto simples, mas pejado de simbolismo e de uma importância fulcral para ajudar os mais novos a interiorizarem princípios essenciais como a Igualdade de Género ou a Cidadania.
Para muitos até pode parecer coisa pouca levar uns livros para a escola e colocar os petizes a falar sobre o que é ser homem e mulher. Pode até aparentar ser insignificante e desnecessário fazer os mais novos pensar desde já na questão da Igualdade de Género ou de Oportunidades como um conceito de vida. Mas não o é, bem pelo contrário! E porquê? Porque é em tenra idade que nos são incutidos os valores (bons ou maus) que nos guiarão vida fora.
Com este projecto a TAIPA fez o seu papel e os educadores/as também. Resta que na casa de cada um de nós tenhamos a capacidade de seguir este exemplo, com consciência cívica e responsabilidade. Para que a barbárie não continue.



COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - sexta, 24/01/2020
Festival da Enguia
em Santo André
A Lagoa de Santo André, no concelho de Santiago do Cacém, recebe a partir desta sexta-feira, 24 de Janeiro, o VI Festival da Enguia, que visa dar a provar esta iguaria típica da região.
07h00 - sexta, 24/01/2020
Sines promove
intervenção precoce
A Câmara de Sines e a Sub-Comissão de Coordenação Regional do Alentejo para o Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI) assinaram, na quarta-feira, 22, um protocolo de colaboração.
07h00 - sexta, 24/01/2020
Alcácer recebeu
mais turistas em 2019
O concelho de Alcácer do Sal registou, em 2019, o melhor ano turístico de sempre em termos de atendimentos no Posto de Turismo municipal, visitas guiadas e passeios no Galeão Pinto Luísa.
07h00 - quinta, 23/01/2020
CM Santiago questiona
Governo sobre HLA
A Câmara de Santiago do Cacém questionou a ministra da Saúde, Marta Temido, sobre as medidas de fundo que a tutela pretende tomar para fazer face aos problemas que se arrastam desde a abertura do Hospital do Litoral Alentejano (HLA), que fica em Santiago do Cacém.
07h00 - quinta, 23/01/2020
Migração da TDT
arranca em Sines
a 7 de Fevereiro
A migração do sinal da televisão digital terrestre (TDT), devido à entrada no mercado nacional da tecnologia 5G, arranca no Alentejo Litoral no próximo dia 7 de Fevereiro, começando pela zona de Sines.

Data: 17/01/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial