16h46 - quinta, 11/04/2019

A liberdade de poder escolher


Carlos Pinto
Salgueiro Maia e os militares de Abril devolveram a Liberdade a Portugal em 1974. Depois de quase cinco décadas de opressão e muita miséria, a Revolução dos Cravos permitiu aos portugueses poderem vislumbrar novos horizontes de desenvolvimento económico e social. Investiu-se na Educação, na Saúde, na coesão social e territorial. Esbateram-se diferenças e quebraram-se muitas das barreiras que estratificavam a nossa sociedade. Passados 45 anos, é inegável que Portugal é hoje um país melhor… em todos os sentidos e para todos.
Mas a grande conquista de Abril é, sem dúvida alguma, a Democracia e o direito de escolher e votar. O poder do voto é hoje inegável, inestimável e inalienável. Não há nada que possa substituir o voto e é nele que reside a substância do nosso regime. É o seu bem mais precioso. E por mais casos e questiúnculas que, por vezes, possam levar a tomar a árvore pela floresta, nunca a liberdade de escolher deve ser colocada em causa ou sequer desprezada. Só assim teremos uma sociedade livre de populismos e outras tentações. Só assim poderemos preservar a liberdade que tanto custou a conquistar.
Passados 45 anos, o voto continua a ser a melhor "arma" para derrubar muros e construir novas pontes. Mas também a melhor via para fazermos ouvir a nossa voz e sermos cidadãos de pleno direito. É por tudo isto que o voto é mais que um direito quando chegam os dias de eleições: é um dever em todos os momentos da nossa vida.
É esta liberdade de escolher que o Município de Odemira volta a colocar nas mãos de todos os seus munícipes com mais uma edição do "Orçamento Participativo". Mais que uma simples iniciativa autárquica, este é um projecto de pura cidadania, onde cada um pode expressar a sua opinião sobre o(s) caminho(s) a percorrer no que diz respeito ao desenvolvimento das suas terras. Com projectos e com ideias. E votando. Afinal, Abril fez-se para isso!



COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - quarta, 23/10/2019
Mercado de Santiago
reabre depois de obras
O Mercado Municipal de Santiago do Cacém reabre nesta quarta-feira, 23, depois de u investimento de quase 300 mil euros em obras de reabilitação levadas a cabo pela autarquia local, no sentido de modernizar o edifício.
07h00 - quarta, 23/10/2019
Detido com droga
na zona de Sines
A GNR deteve no domingo, 20 de Outubro, durante uma operação de prevenção da criminalidade, um homem de 40 anos suspeito da prática do crime de tráfico de estupefacientes na zona de Sines.
07h00 - quarta, 23/10/2019
Transportes escolares em
Sines totalmente gratuitos
A Câmara de Sines aprovou na passada semana, por unanimidade, que vai assumir integralmente todos os encargos financeiros com passes escolares dos alunos do ensino secundário do concelho.
07h00 - terça, 22/10/2019
Odemira investe 2,5 milhões
na Educação em 2019-2020
Contribuir para a promoção do sucesso escolar e para construir um território educativo "de qualidade" são os objectivos da Câmara de Odemira, que prevê investir mais de 2,5 milhões de euros na área da Educação no ano lectivo de 2019-2020.
07h00 - terça, 22/10/2019
Plano de Mobilidade
avança no Torrão
O auto de consignação das obras do Plano de Mobilidade do Torrão, no concelho de Alcácer do Sal, foi assinado nesta segunda-feira, 21, num investimento avaliado em pouco mais de 454 mil euros por parte da Câmara Municipal.

Data: 18/10/2019
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial