17h52 - quinta, 19/09/2019

Ofícios ganham novos horizontes


Carlos Pinto
A CACO – Associação dos Artesãos do Concelho de Odemira prepara-se para inaugurar, já neste sábado, 21 de Setembro, em Odemira, o novo CRIAR – Centro em Rede de Inovação do Artesanato Regional [ver notícia na página 8]. Trata-se de um edifício no centro da localidade, recuperado através do "Orçamento Participativo", que terá duas "valências": por um lado, possui uma galeria para exposições e mostras; e, por outro lado, terá vários espaços de formação para a dinamização de oficinas e workshops sobre os vários ofícios do artesanato local.
A abertura deste novo espaço até pode parecer, para muitos, coisa pouca. Mas não o é de todo! Há muito que o artesanato deixou de ser uma "coisa de velhos", estática e pouco imaginativa, sem interesse para os mais novos e apenas feita para "inglês ver".
Hoje em dia o artesanato é bem mais que isso, tanto em termos gerais como no caso concreto do concelho de Odemira: é uma actividade que preserva as artes e os ofícios mais tradicionais, estimulando a memória colectiva e mantendo bem viva a identidade de uma determinada comunidade. Mas é também uma actividade com grande vitalidade, feita por gente empreendedora, com imaginação e sentido de inovação, capaz de gerar novas dinâmicas sociais e económicas nos seus territórios.
É por tudo isto que o CRIAR vem abrir "novos horizontes" ao artesanato e aos artesãos de Odemira. Com ele as artes e os ofícios tradicionais do concelho poderão, ainda mais, ganhar "asas" e abraçar novas formas de fazer e de chegar ao público. Que este seja um espaço que faça justiça ao seu nome e possibilita a criação de uma nova era no artesanato do maior concelho de Portugal.

2. Na última semana o Clube Náutico do Litoral Alentejano, de Milfontes, teve três atletas ao serviço das selecções nacionais de canoagem. Sara Rafael, Micaela Silvestre e Maria Fonseca Santos estiveram todas em excelente plano e demonstraram que longe dos grandes centros urbanos também há campeões. Um feito de louvar, ainda mais num momento em que a canoagem portuguesa começa a "dar cartas" na modalidade em termos europeus e mundiais.



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

14h33 - segunda, 30/03/2020
45 casos
de Covid-19 em
todo o Alentejo
Até à meia-noite deste domingo, 29, foram identificados um total de 45 casos positivos de doentes infectados com o coronavírus Covid-19 no Alentejo, revela a Direcção Geral da Saúde (DGS).
08h00 - segunda, 30/03/2020
Nacionais e distritais
de formação de futebol
e futsal concluídos
A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou na sexta-feira, 27, ter dado por concluídos os campeonatos nacionais e distritais de futebol e futsal nos escalões de formação, em virtude da pandemia de Covid-19 que está a afectar todo o território de Portugal.
08h00 - segunda, 30/03/2020
Grândola disponibiliza
habitações a profissionais
de saúde no concelho
A Câmara de Grândola acaba de disponibilizar duas das habitações do seu parque habitacional que se encontravam desocupadas para profissionais de saúde, tendo em vista o combate à pandemia de Covid-19.
08h00 - segunda, 30/03/2020
"Juntos pelo Sudoeste" exige
medidas às empresas agrícolas
O movimento "Juntos pelo Sudoeste" veio a público exigir "responsabilidade social" às empresas agrícolas dos concelhos de Odemira e de Aljezur, onde trabalham centenas de pessoas de origem estrangeira, no combate à pandemia de Covid-19 que afecta Portugal.
07h00 - sexta, 27/03/2020
Sines cancela festival
"Músicas do Mundo"
A Câmara de Sines decidiu cancelar a edição de 2020 do Festival Músicas do Mundo (FMM), por entender que no contexto da pandemia de Covid-19 poderão não estar reunidas "as condições sanitárias e logísticas necessárias" para a realização do evento na data prevista.

Data: 27/03/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial