14h57 - quinta, 07/04/2022

Um trabalho interminável...e essencial!


Carlos Pinto
No final de março, a Câmara de Odemira, a TAIPA – Organização Cooperativa para o Desenvolvimento Integrado do Concelho de Odemira, seis entidades empresariais, três juntas de freguesia e duas associações renovaram o consórcio público-privado, que permite a continuidade do trabalho do Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM) neste concelho [ver notícia e entrevista ao lado].
Trata-se de um projeto que arrancou em julho de 2016, integrado numa rede coordenada pelo Alto Comissariado para as Migrações, e que ao longo destes anos efetuou um total de 15.586 atendimentos, registando igualmente "uma maior proximidade com os cidadãos migrantes" e uma "maior colaboração com as empresas e os serviços públicos".
A continuidade da atividade do CLAIM em Odemira constitui, sem dúvida, uma excelente notícia para este município do Alentejo Litoral, tendo em conta o trabalho que tem vindo a desenvolver no território daquele que é o maior concelho de Portugal.
Ainda há pouco menos de um ano, Odemira andava "nas bocas do mundo", apontada (injustamente) por muitos como um mau exemplo de integração (sobretudo por quem, em Lisboa, não conhece minimamente a realidade local). Por essa altura, tomou-se a "árvore pela floresta", sem se avaliar devidamente as razões dos casos conhecidos e, pior, ignorando os muitos bons exemplos que o concelho tem nesta matéria. Como é o caso do CLAIM.
Ainda assim, o trabalho a fazer é ainda muito. Ou melhor, é interminável – pois haverá sempre pessoas migrantes para integrar. Mas é igualmente um trabalho cada vez mais essencial para a construção de uma comunidade que se quer acolhedora, multicultural e aberta ao próximo. E por isso é tão importante o CLAIM de Odemira.



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - sexta, 24/06/2022
AdSA tem
novo centro de
atendimento
A empresa Águas de Santo André (AdSA), com sede em Vila Nova de Santo André (Santiago do Cacém), acaba de lançar um novo serviço de atendimento aos clientes, a funcionar em permanência 24 horas por dia.
07h00 - sexta, 24/06/2022
Nova central solar vai
ser construída em Sines
Uma central fotovoltaica, com capacidade para mais de 91 mil painéis solares e uma potência de 49 megawatts, vai ser instalada no concelho de Sines, numa área de 100 hectares.
11h00 - quinta, 23/06/2022
Feira PIMEL
de regresso em
Alcácer do Sal
Música, gastronomia e atividades equestres compõem o 'cartaz' deste ano da PIMEL – Feira de Turismo e das Atividades Económicas de Alcácer do Sal, que decorre a partir desta quinta-feira, 23, no "espaço renovado" do Parque Urbano da cidade.
07h00 - quinta, 23/06/2022
Detido por
tráfico de droga
em Milfontes
Um homem de 27 anos foi detido, no domingo, 19, pela GNR por suspeitas da prática do crime de tráfico de estupefacientes em Vila Nova de Milfontes, no concelho de Odemira.
07h00 - quinta, 23/06/2022
Produção de arroz cai
20% no Vale do Sado
O presidente do Agrupamento de Produtores de Arroz do Vale do Sado (APARROZ), com sede em Alcácer do Sal, estima uma quebra de 20% na produção de arroz na região em relação à campanha de 2021, com uma redução da área de cultivo na ordem dos 1.

Data: 17/06/2022
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial