17h32 - quinta, 18/10/2018

Uma prioridade para o território


Carlos Pinto
A Câmara de Odemira acaba de lançar a segunda fase do Plano Municipal para a Integração de Migrantes, agora denominado "Odemira Integra +" e que vai vigorar até ao Verão de 2020. Um programa que, como lhe contamos na página 8 desta edição do "SW", alicerça a política local de acolhimento e integração no concelho e que resulta de uma parceria da autarquia com diversas entidades públicas e privadas e até com empresas, que são as principais responsáveis pela chegada destas pessoas ao território.
O novo plano surge estruturado em 13 áreas de intervenção e é, claramente, uma resposta que urge dar num concelho onde praticamente um quinto da sua população corresponde a habitantes de 68 nacionalidades, na maioria oriundos da Ásia, com todas as especificidades culturais, religiosas e outras que tal quadro acarreta.
Numa altura em que os movimentos migratórios são uma inevitabilidade em todos os quadrantes do globo (com a Europa à cabeça), é bom que percebamos que este é um problema que diz respeito a todos, seja no plano individual seja enquanto membro de uma comunidade que se quer cada vez mais justa e coesa. Por isso, faz muito o Município de Odemira em adoptar esta postura pró-activa e encarar de frente a questão, vendo na migração e nestes novos habitantes uma oportunidade para o seu território.

2. Os Bombeiros Voluntários de Odemira estão de parabéns, mas segundo o seu presidente celebram 83 anos de ajuda ao próximo ainda com muitas dificuldades financeiras [ver página 16]. Sobretudo porque o Estado não aumenta as dotações para este tipo de instituições, nem as entidades ligadas à esfera pública cumprem com os seus pagamentos a tempo e horas. Este não será, seguramente, caso isolado no país. Daí lançarmos estas questões: não serão os bombeiros tão importantes para a segurança pública como a PSP ou a GNR? Por que não pensar em profissionalizar este sector, garantindo um serviço de qualidade e não sobrecarregando (ainda mais) os voluntários?



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - segunda, 19/08/2019
Feira de Agosto valoriza
produtos endógenos
Os produtos endógenos do concelho de Grândola, como o arroz, o azeite ou as uvas, vão estar em destaque na edição de 2019 da Feira de Agosto, que arranca na "vila morena" já nesta quinta-feira, 22.
07h00 - segunda, 19/08/2019
Exposição de fotografia
na Biblioteca de Odemira
A Biblioteca Municipal José Saramago, em Odemira, tem patente até ao dia 30 de Agosto a exposição de fotografia "One more day in Neverland", de Paulo Velosa.
07h00 - segunda, 19/08/2019
Voto de pesar em Sines
por antiga professora
A Câmara de Sines aprovou na passada sexta-feira, 16, um voto de pesar pelo falecimento de Maria dos Ramos Ferreira Soares, que foi durante anos professora primária no concelho.
07h00 - sábado, 17/08/2019
Festas tradicionais
na aldeia de São Luís
A aldeia de São Luís, no concelho de Odemira, está em festa nestes dias, com mais uma edição dos tradicionais festejos em honra do padroeiro da localidade.
07h00 - sábado, 17/08/2019
Debate sobre fileira
do medronho em Sabóia
"Instalação e desenvolvimento de um pomar de medronheiro" é o tema do workshop que a Arbutus-Associação para a Promoção do Medronho promove neste sábado, 17 de Agosto, no âmbito de mais uma edição da FACES, em Sabóia.

Data: 02/08/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial