07h00 - quinta, 10/09/2020

BE contra "privatização"
da costa alentejana

BE contra "privatização" da costa alentejana

As estruturas do Bloco de Esquerda (BE) no Litoral Alentejano vieram a pública manifestar a sua oposição àquilo que de denominam "a privatização da orla costeira do Alentejo Litoral".
Em causa está, segundo comunicado do BE enviado ao "SW", o facto de estarem previstos oito "megalómanos projectos" turísticos ao longo da costa, "com inicio previsto para o final de 2020 por iniciativa privada de poderosos grupos económicos internacionais e multimilionários".
"Projectos estes, aprovados pelas câmaras municipais de Grândola e Alcácer do Sal, numa profunda desvalorização do património natural em detrimento dos interesses económicos e da monocultura do turismo", sublinham os bloquistas, que contestam ainda a recente decisão de vedar os acessos públicos à praia nos Brejos da Carregueira, "com portões electrónicos, constituindo um acto ilícito de apropriação do bem público".
"Em todos estes empreendimentos impera uma perspectiva de turismo para as elites, gerador de emprego precário e mão-de-obra itinerante, factor de pressão urbanística e aumento das rendas, assente numa insensibilidade ambiental", advoga o BE, que, por oposição, defende "um modelo de desenvolvimento sustentável, ecológico, de respeito pela natureza e os habitats naturais".
"Um modelo que garanta empregos e salários dignos, coesão social e territorial, e o interesse público. Um modelo que não é compatível com a cegueira capitalista e dos interesses privados que querem transformar a costa num enorme complexo turístico-residencial privado", acrescenta.
Por tudo isto, no comunicado os bloquistas do Alentejo Litoral exigem "a protecção integral do cordão dunar, eco-sistemas e zonas húmidas", "a revisão dos planos de ordenamento do território e da orla costeira", "a extensão da área protegida e da Rede Natura 2000", "a suspensão imediata dos projectos e empreendimentos turísticos, até à sua devida avaliação de impacte ambiental" e "a remoção de quaisquer portões e vedações ilegais de acesso às praias".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - segunda, 26/10/2020
Odemirense entrou
em campo com
apenas sete atletas
Depois da falta de comparência no jogo da primeira jornada, o Odemirense entrou em campo com apenas sete jogadores neste domingo, 25, na partida da segunda jornada da 1ª divisão distrital de Beja contra a equipa da União Serpense.
07h00 - quinta, 22/10/2020
Festivais Sudoeste
e Músicas do Mundo
recebem prémio
Os festivais Meo Sudoeste e Músicas do Mundo de Sines (FMM) foram galardoados durante a quinta edição dos Iberian Festival Awards (Prémios dos Festivais Ibéricos), cuja cerimónia se realizou no domingo, 18, em formato online.
07h00 - quinta, 22/10/2020
António Camilo admite propôr
alienação do salão de festas
dos Bombeiros de Odemira
António Camilo admite a possibilidade de vir a propôr que a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Odemira possa alienar o seu salão de festas para garantir as receitas necessárias à requalificação do seu quartel ou de outros investimentos na operação, se tal vier a ser necessário.
07h00 - quarta, 21/10/2020
Caçadores de São Teotónio
apresentam preocupações
Representantes das sete associações de caçadores da freguesia de São Teotónio (Odemira) reuniram a 10 de Outubro com o deputado do PS eleito por Beja, Pedro do Carmo, onde apresentaram as suas preocupações relativamente ao momento que o sector enfrenta.
07h00 - segunda, 19/10/2020
Odemira exige reposição
das freguesias ao Governo
A Assembleia Municipal de Odemira aprovou, por maioria, uma moção apresentada pela bancada da CDU onde é exigida ao Governo a reposição das freguesias extintas em 2013.

Data: 16/10/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial