08h00 - quarta, 17/02/2021

Artistas de Odemira
pedem medidas de apoio

Artistas de Odemira pedem medidas de apoio

A Plataforma Arte e Cultura de Odemira (PACO) defende a criação de um fundo de apoio social de emergência para os trabalhadores residentes no concelho que vivem "exclusivamente da actividade artística" e estejam, devido à pandemia da Covid-19, "sem rendimentos ou com subsídios de sobrevivência".
A proposta surge no manifesto da PACO, enviado ao "SW", onde os seus membros lembram que a actual situação pandémica causou uma "profunda crise" nas estruturas e criadores locais, "agravando em muito a precária situação da sua existência".
Nesse sentido, a PACO defende a criação de um fundo de apoio social de emergência para trabalhadores residentes no concelho de Odemira que vivem "exclusivamente da actividade artística" e estejam, "por esse motivo, sem rendimentos ou com subsídios de sobrevivência".
A proposta da PACO passa por um fundo de apoio que seja "de natureza não concorrencial" e "sem contrapartidas em termos de apresentações e espectáculos", "simplificado e não burocrático".
Deve ser uma "medida pontual e extraordinária para acudir a uma situação de grande gravidade, como a que é vivida por aqueles que perderam os seus rendimentos", acrescenta a Plataforma, que pretende também "estabelecer um diálogo com a autarquia e outros agentes locais, com vista a estreitar a comunicação entre os diversos agentes culturais e a identificação de situações com carácter de urgência".
A criação de uma "plataforma de discussão e intervenção nas políticas culturais locais que sirva para a dinamização construída do seu tecido cultural" é outra das reivindicações da PACO, que pretende igualmente que "seja melhorada e cumprida a legislação sobre reagendamentos e cancelamentos por parte das entidades públicas e instituições culturais com financiamento público", por forma a que estas "paguem a 100% todas as actividades de todas as áreas profissionais da cultura, sejam elas preparatórias, formativas, de mediação, com ou sem apresentação pública, canceladas ou adiadas".
"O adiamento das actividades com pagamento posterior não é solução. Vivemos todos os dias e não podemos adiar as contas de cada mês", justifica o comunicado da PACO.
A Plataforma mostra-se também disponível para "criar colectivamente objectos artísticos que se podem traduzir em espectáculos/performances multidisciplinares", apoiando "a organização (ou financiamento para a organização) de um festival virtual com os artistas do concelho de Odemira, num novo formato artístico de emissões semanais, em streaming e nas rádios locais", com "teatro, circo, música, performance, poesia e artes visuais até não ser possível apresentações públicas".
A PACO propõe-se ainda a organizar um "Festival no Verão", que cumpra com as normas impostas pela Direcção Geral da Saúde e seja "financiado e apoiado pelo Município [de Odemira] com contratação de artistas locais".
A par disto, a Plataforma solicita "a renovação do 'Animar o Verão', com investimento em todas as freguesias e agentes locais", e apela "à contratação preferencial, por parte do Município, de profissionais e estruturas do concelho durante o período de um ano".
A PACO nasceu da iniciativa conjunta de diversos membros da sociedade civil e tem como objectivo primordial "dar visibilidade às reivindicações que têm vindo a ser feitas por diversas estruturas formais e informais do sector da cultura".


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - quinta, 15/04/2021
Junta de São Teotónio defende
sustentabilidade da caça
A Junta de São Teotónio está a preparar um conjunto de medidas de apoio para permitir a sustentabilidade da atividade cinegética nesta freguesia do concelho de Odemira.
07h00 - quarta, 14/04/2021
Dona do Zmar está insolvente,
mas unidade turística vai reabrir
A declaração de insolvência da empresa responsável pelo Zmar – Eco Camping Resort não coloca em risco de encerramento este complexo turístico em Odemira (Beja), que prevê reabrir "muito em breve", disse fonte do empreendimento.
07h00 - terça, 13/04/2021
AFBeja retoma
campeonatos distritais
no mês de maio
A Associação de Futebol de Beja (AFBeja) já tem preparada a retoma dos campeonatos distritais da 1ª e da 2ª divisão, assim como de sub-23 e de futsal, para concluir a época desportiva de 2020-2021.
07h00 - terça, 13/04/2021
Criminalidade aumentou no Litoral Alentejano em 2020
A criminalidade aumentou em 2020 no Alentejo Litoral, com mais uma centena de crimes participados face ao ano anterior.
07h00 - segunda, 12/04/2021
Associações da freguesia
de São Teotónio ganham
novas instalações
A Junta de São Teotónio, no concelho de Odemira, acaba de criar o Centro de Associações Locais de São Teotónio (CALST), que visa dar uma resposta às coletividades da freguesia que não dispõem de uma sede social ou de um local físico próprio.

Data: 09/04/2021
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial