07h00 - terça, 22/10/2019

"Praia quer andar
no pelotão da frente"

"Praia quer andar no pelotão da frente"

Fazer melhor que na última época é a grande ambição do Praia de Milfontes para 2019-2020, garante ao "SW" o técnico Fernando Candeias, que chegou a estar de saída mas que acabou por renovar, indo já vai na quinta temporada consecutiva a orientar a equipa.

De ano para ano o Praia de Milfontes tem sempre a ambição de fazer melhor que na época anterior. Em 2019-2020 a ambição é idêntica?
Claro, pois essa é a nossa forma de pensar: querer fazer sempre melhor que nas épocas anteriores. Na época anterior acabámos por vencer a Taça do Distrito [de Beja], embora no campeonato pudéssemos ter feito melhor. Mas vamos tentar este ano dar continuidade ao que fizemos, pois o plantel é praticamente o mesmo. E vamos tentar fazer ainda melhor que o ano passado.

Há alguma meta classificativa definida?
O campeonato este ano vai ser muito mais exigente, pelo menos é assim que pensamos. Não colocamos metas em termos de classificações, mas claro que queremos andar no pelotão da frente e ficar o mais acima possível. Mas nossa preocupação neste momento – e tem sido sempre assim – é no processo da nossa equipa. É esse foco e essa tentativa diária de melhorar que nos vai levar à melhor classificação possível. Sabemos que temos qualidade, muita gente jovem e muita gente experiente com grande disponibilidade, e vamos tentar andar lá em cima.

Tendo em conta o "processo" de que fala, que se pode esperar do Praia de Milfontes em 2019-2020? Uma equipa afirmativa, a jogar o jogo pelo jogo e sempre com o objectivo de ganhar?
Sim, pois é a isso que temos habituado as pessoas. É uma marca nossa, está no nosso ADN ser uma equipa positiva, uma equipa pró-activa, uma equipar a querer ser protagonista. É isso que vamos tentar continuar a ser, embora saibamos que nem sempre o vamos conseguir. Os adversários têm valor e querem o mesmo que nós, mas nós temos conseguido ao longo destes anos demonstrar essa capacidade. Acredito que este ano também vamos conseguir.

Em 2018-2019 venceram a Taça do Distrito de Beja. Uma conquista para repetir nesta época?
Em termos de campeonato, como já disse, queremos andar lá na frente. Não é uma obsessão, mas para nos dar mais motivação e para acreditarmos ainda mais no que estamos a fazer as vitórias são importantes. Já na Taça todas as equipas que participam sonham chegar à final. Nós não fugimos à regra, mas temos a consciência que são jogos pontuais, bastante espaçados no tempo, e para lá chegarmos temos que ter alguma sorte – que é sempre precisa para ganhar esta competição – mas também estarmos bem nesses momentos. Portanto, quando chegarem essas eliminatórias vamos estrar dedicados a isso, para tentar repetir o feito do ano passado, o que seria espectacular.

Tem no plantel, como sublinhou, alguma experiência mas, sobretudo, muita juventude. Agrada-lhe trabalhar com muitos jovens?
Claro que sim! São jovens que acompanhamos desde os benjamins, com mais de 10 anos de Praia de Milfontes, jovens que sabem o que é jogar neste clube e o que este representa. Foi feito um excelente trabalho na formação com estes atletas e com outros que vêm aí. E juntando a isso jogadores mais experientes também com uma forte ligação ao clube, temos um grupo bastante coeso e é um prazer enorme trabalhar com eles.

O Fernando Candeias esteve para deixar o comando técnico do Praia de Milfontes no final da última temporada, mas acaba por continuar. O que aconteceu?
Tem sido uma experiência gratificante estar no Praia de Milfontes. Vou na minha 12ª época como treinador e só não estive aqui dois anos. Tem sido um grande desafio, bastante exigente e que provoca algum desgaste, e às vezes é difícil conciliar com a nossa actividade profissional. Seria apenas essa e só a razão que me faria sair, pois tenho uma grande paixão pelo clube, identifico-me com todas as pessoas com quem tenho trabalhado e trabalho, tenho uma ligação muito próxima com os jogadores… Foram esses factores que me fizeram voltar atrás. E é com toda a determinação que vamos encarar esta época.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - sexta, 29/05/2020
PSD questiona caravanismo
"selvagem" no Alentejo Litoral
O PSD pretende saber se o Governo vai rever o actual quadro legal para proteger regiões como a Costa Vicentina e o Sudoeste Alentejano da prática daquilo que apelida de "auto-caravanismo selvagem".
07h00 - terça, 26/05/2020
500 portáteis distribuídos
por alunos de Odemira
São 500 computadores portáteis e 280 routers que permitem o acesso à Internet: é este equipamento informático que a Câmara de Odemira vai distribuir pelos alunos do concelho, no sentido de assegurar que todos os jovens estudantes tenham à disposição as ferramentas necessárias para o ensino à distância.
09h00 - segunda, 25/05/2020
Freguesia
de São Luís sem
médico há meses
A Junta de Freguesia de São Luís, no concelho de Odemira, está indignada pela falta de profissionais de saúde na Extensão de Saúde local, sendo que de momento a freguesia não conta com médico, enfermeiros ou sequer serviços administrativos.
07h00 - segunda, 25/05/2020
Plataforma pelas Artes
nasce no concelho de Odemira
A vila de Odemira foi um dos "palcos", na passada quinta-feira, 21, da vigília pelas artes e cultura em Portugal, numa iniciativa da qual acabou por nascer a Plataforma Cultura e Artes Odemira, que junta diversos artistas residentes no concelho.
08h00 - sexta, 22/05/2020
Vereadora Deolinda Seno Luís: "Era incompreensível Odemira não ter CLDS"
Em entrevista ao "SW" a vereadora Deolinda Seno Luís, responsável pelo pelouro da Intervenção Social na Câmara de Odemira, explica a importância de o concelho ter, pela primeira vez, um Contrato Local de Desenvolvimento Social no seu território.

Data: 22/05/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial